terça-feira, 18 de novembro de 2008

2 comentários:

Anónimo disse...

CHORO DE VIOLA
de Gracilene do Rosário Pinto

Se a lua brilha
Sobre montes e telhados,
Se a brisa fresca
Em meus cabelos vem brincar,
Meio sem querer
Relembro logo do passado,
Do doce amado
Que se foi pra não voltar...


REFRÃO

Chora viola saudosa
Que o tempo não volta atrás,
Chora viola em meus dedos
Que a saudade dói demais... (2x)

Ao relembrar
Dos nossos sonhos que ficaram
Presos no tempo
Implacável em seu correr,
Saudade fala
Com a triste voz do vento,
Minha viola
Chora alto o seu sofrer...

REFRÃO
Um abraço a todos
Gracilene

Zira disse...

Obrigada amiga linda!
Um abraço!