quarta-feira, 3 de setembro de 2008

Nessa manhã de Agosto

Nessa manhã da Agosto
Acordada sem querer.
Dormir não conseguia
E fui ver o sol nascer.
.
Do meu posto de vigia
Onde olho o horizonte
Mais vezes ao entardecer
Olho em volta muitos montes.
.
Nesse dia foi diferente
Foi logo de madrugada.
Eu já a observar...
E a aldeia quase parada.
.
Respirei o ar fresco
Com ânsia dum renovar
A poluição de todo o ano
Que apanhamos no ar.
.
MTFernandes

1 comentário:

bulldozer loader excavator disse...

ok. I found an information here that i want to look for.