sábado, 1 de março de 2008

VI AQUELA LOMBADA



Vi aquela Lombada
Coberta de neve fria.
Com brancura de pasmar
Ai que suave magia!

Como se fosse ao vivo
E não pela televisão.
Fiquei cheia de saudade
De quando a pegava à mão!

Brincava com os amigos.
E com eles bonecos fazia
Eram dias diferentes...
Naquela região tão fria.

Nos gelos de cada Inverno
Quando éramos crianças
A contrastar com o calor...
Do Verão e da festanças.

Que muita vez se faziam
Animando toda a aldeia
Era música e bailarico
Mesmo à luz da candeia.

Mas a neve de agora…
Vista mesmo na distância.
Deu-me alento e saudade.
Desse tempo da infância!
.
M. Teresa Fernandes;Jan.2007

Sem comentários: