segunda-feira, 25 de fevereiro de 2008

Mais fotos dum Domingo na Aldeia







CMFA, Fev.2008

1 comentário:

Anónimo disse...

Terê,
os troncos e o fogo aceso trouxeram-me à lembrança uma das histórias familiares que me contou a minha mãe...
Disse-me ela, que o seu pai, que era lavrador e um homem normalmente muito calmo e cordato, daqueles mesmo de dizer sempre "sim senhora" à esposa, nunca deixava o depósito de lenha vazio, pois odiava chegar em casa ao fim da tarde e encontrar o fogão apagado... gostava de encontrar o fogo aceso, para ali acender o seu cachimbo depois de tomar um quartilho de cachaça, e só então, ia tomar o seu banho... normalmente ele só bebia um quartilho de cachaça ao fim da tarde para esquentar o corpo para o banho... mas, quando lhe dava na telha de tomar uns tragos a mais, ficava com o ânimo agitado e, ao ver o fogão apagado, jogava-lhe por cima alguns baldes de água, o que depois dava um grande trabalho a minha avó para secar o fogão.
E ainda justificava (bêbado, já se sabe): SE NUMA CASA COM TANTAS MULHERES E TANTA LENHA EM DEPÓSITO DEIXAVAM O FOGÃO APAGADO, DEVIA SER PQ NÃO GOSTAVAM DO FOGO ACESO.
Depois que passava a carraspana, se falassem no assunto, ele baixava a cabeça envergonhado e saia de perto... eheheh

Beijinho
Gracilene Pinto