sábado, 19 de janeiro de 2008

Sonho Estival

Aquele sonho estival
Recordado com ardor
Envolvida...entrelaçada
Nos braços do seu amor!
Que segredava baixinho
Palavras de paixão
Acarinhando suavemente
Os dois em união…

Ela bem aninhada
Abraçando docemente
Enchendo de carinho
Num querer continuar
Naquele doce cantinho.
A sós...
Sem jamais acabar
Aquele momento.

Mas ao acordar
Recordou o fulgor
Num terno espreguiçar
Sentindo-se
Deveras sorridente
Pelo sonho da madrugada
No verão escaldante
Ali naquela Lombada.

.
Maria Teresa Fernandes

1 comentário:

ma disse...

tao bonito amiga ...!!!! nem sei o que dizer obrigada por escreveres
xi coraçao