sábado, 6 de outubro de 2007

No ar puro da montanha

Serenidade encontrada
Em local irradiante
Com quietude fascinada!
Deleite naquele brilho
Com sorrisos e esperança
Paradigmas de harmonia
Escalada de bonança!

Em natural esplendor
Surrealismo à mistura
Sintonia no ambiente
Longe de qualquer agrura.

No ar puro da montanha
Procurando o sossego
Vitalizador da mente
Libertando algum medo.
Medo da agitação

Com existência singela
Olhar raios de sol…
E contemplar cada estrela.
Em noitede céu estrelado
Naquelas sem qualquer bréu.
Brilho diferente no céu...

M.Teresa

2 comentários:

Anónimo disse...

Inspiração ou terra assim calma?

MT disse...

Calmíssima mesmo, excepto qunado toca o sino ou no mês de Agosto há muitas moto4 pelas ruas...Inspiração á mistura , evidente.